...

...
Momento de pausa.

Monday, July 24, 2006

RETORNO...

Foi-se uma vida... Uma oportunidade perdida. Foi-se tudo aquando da minha renascença... Renasci na hora errada. Voltei a cair na pedra da calçada, quando já alto voava e sonhava...

A força faltou e o silencio falou mais alto que o proprio grito de auxilio. Aquele grito que nos liberta, acabou por se prender e por se perder na sombra minha que voltou a aparecer...

Até quando carrego esta cruz?? até quando um sinal, uma luz... até quando ficarei desta maneira, sem eira nem beira...

Até quando darei ouvidos as partidas da minha mente?

Preciso de sair de mim, de me soltar, mas o medo de cair torna-se forte e a esperança leve... como o ar.

É triste... É triste ser-se eu e amar apenas mais uma musa pra escrever...

Detesto-me... Odeio-me... Sinto raiva daquilo a que estou a voltar...

Mas eu criei esta sina, este poema de vida... E assim vou ter de viver. Com essa dor... Até ao fim, até ter a coragem de falar de verdadeiro amor...

1 comment:

Sandra said...

"Para ser grande, sê inteiro.
Nada teu exagera ou exclui.
Sê todo em cada coisa.
Pões quanto és no mínimo que fazes...
Assim em cada lago a lua toda brilha porque alta vive"
Ricardo Reis

Beijos da maninha